quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Lembrete do Mário...

O tempo
A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas... Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.
Mário Quintana

Eu sempre digo aqui no blog que somos responsáveis por nossas escolhas. E eu acredito nisso, mesmo quando às vezes a minha vontade é de colocar a responsabilidade de tudo o que acontece em minha vida em cima de alguém, no destino, sei lá. Tempo bom aquele em que eu acreditava que tudo o que acontecia era vontade de Deus...não que hoje eu não acredite mais nisso, é que naquele tempo eu não sabia (ou não entendia) o que era livre arbítrio.

E sempre acontece isso comigo...fico sempre preocupada se estou fazendo a coisa certa, se vai dar tudo certo, o que as pessoas vão dizer. Eu sei que tenho que seguir o que meu coração manda, mesmo que vá contra o que todos acreditam, mesmo que eu tenha medo.

Mas eu sei também que quando eu escolho um caminho vou por ele e não olho para trás (não com freqüência) e quando a gente escolhe o caminho menos percorrido quer dizer que talvez não tenhamos muito apoio, que talvez tenhamos que percorrê-lo sozinhos, mas no final, para nós, o saldo será sempre positivo.

Até porque a vida não dá garantias, mesmo que a maioria das pessoas procurem o lugar mais seguro, no fundo eu sei, você sabe e todo mundo sabe que não existe lugar seguro. Não se você quer viver uma vida plena, verdadeira, intensa.

5 comentários:

Nando disse...

Que lindo!

Eu aprendi que, se a gente usar o tempo ao nosso favor, sem medo, sem pressa, sem cobranças, tudo acontece de forma mais fluída.

Beijos!

Anônimo disse...

...Mas que seja eterna enquanto dure!

Tute Braga disse...

Somos e sempre seremos os únicos responsáveis pelas nossas escolhas.
Independentemente das circunstâncias!
É difícil, mas é verdade...

Enfim... Mário Quintana é o cara!
Pode falar!!! rs
Adooooro!!!

Sempre bom estar aqui!
E obrigada pela visita!
Beijosss

just me disse...

Lindo! Sensível e profundo seu post. Adorei! Virei mais vezes por estas paragens...
Ah! Mario Quintana...maravilhoso poeta.
"Eles passarão, eu... passarinho."
E muito obrigada pela visita!

Lilith disse...

Todos vocês tem razão...ai, ai...deixar o tempo fluir as vezes é mesmo o melhor caminho...